Blog & News

Caso 05

freepik

O IVCF-20 é um questionário que tem como objetivo a identificação do idoso de risco.

O Sr. Manoel tem 75 anos e afirma que sua saúde é “normal”, as questões 3,4,5 e 6 avaliam a funcionalidade global. Perguntas sobre algumas AVD instrumentais (como fazer compras, cuidar do dinheiro, fazer pequenos trabalhos domésticos e tomar banho sozinho). Observe que o paciente nega declínio funcional, confirmado pela esposa (0+0).

Neste momento, avalia-se a memória (questões 7,8 e 9). Todavia, não está havendo piora do esquecimento e não há repercussão nas tarefas do cotidiano.

Neste momento, avalia-se o humor (questões 10 e 11). O paciente nega sintomas depressivos nas últimas 4 semanas (0+0).

As questões 12,13,14,15 e 16 avaliam os componentes da mobilidade. O paciente consegue elevar os braços acima dos ombros (0) e manusear pequenos objetos (0). Nega emagrecimento significativo neste ano e apresenta CP, velocidade da marcha e IMC normais (0). Observe que o emagrecimento relatado não é recente, e já houve recuperação do peso.

As questões 15 e 16 avaliam a marcha. O paciente nega dificuldade para caminhar (0) e quedas (0). O paciente nega incontinência esfincteriana (0). As questões 18 e 19 avaliam a comunicação (visão e audição). Observe que ele relata “problemas na visão e no ouvido” , mas não há perda funcional associada. Estes itens só devem ser pontuados quando estiverem associados à incapacidade para a realização de alguma tarefa do cotidiano.

A questão 20 aborda as comorbidades múltiplas: polifarmácia (uso de 5 ou mais medicamentos todos os dias) ou polipatologia (5 ou mais doenças) ou internação recente. O paciente e a filha negam qualquer um desses marcadores (0).